Reinvenção na maturidade

Aos 60 anos, Claudia Grande sobreviveu ao câncer, acabou um casamento de 33 anos e mudou de carreira. Hoje, tem cerca de 800 mil seguidores nas redes sociais

Share on facebook
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Reinvenção na maturidade

Aos 60 anos, Claudia Grande sobreviveu ao câncer, acabou um casamento de 33 anos e mudou de carreira. Hoje, tem cerca de 800 mil seguidores nas redes sociais

Em 2015, a empresária Claudia Grande, então com 58 anos, se encantou com um smoking sem mangas e pensou que este seria o modelo perfeito para a sua festa de 60 anos. Apesar de entusiasmada, achou que não tinha a forma física ideal para usar a roupa. Decidiu, então, começar a correr.
Ao mesmo tempo, parou para pensar em como gostaria de estar ao completar seis décadas de vida. Nesse processo, criou uma página no Facebook, batizada de Projeto 60 Anos, para contar seus planos e dividir experiências. Convidou 100 amigas para acompanhá-la na jornada e, para sua surpresa, uma semana depois, já tinha mil seguidores, a maioria mulheres.
“A página era uma espécie de diário. Eu postava meus looks, falava de viagens, ideias para a festa e compartilhava meus sonhos. Começaram, então, a aparecer pessoas querendo saber onde eu comprava minhas roupas, perguntando sobre o meu cabelo, minha alimentação, minhas viagens… percebi que aquele era um espaço importante não só para mim”, conta.
Aos poucos, o projeto pessoal virou um negócio. Hoje, aos 63 anos, Claudia tem mais de 727 mil seguidores no Facebook, cerca de 66 mil no Instagram e aproximadamente 5 mil no YouTube. Nesses canais, ela fala de saúde, beleza, bem-estar, maturidade e outros temas que interessam ao público 60+. Além disso, dá palestras e, depois de ser procurada por muita gente querendo viajar com ela, passou a organizar passeios pelo mundo – o último foi para Ushuaia, na Argentina.
Para que as amizades feitas nessas viagens perdurem, ainda promove outros encontros trimestrais. “Já tivemos festa do pijama em uma fazenda do século XVIII e um passeio de balão. Eu e quem me acompanha gostamos do contato on-line, da facilidade que ele nos proporciona, mas, para nós, nada substitui o olho no olho, as risadas, os abraços”, diz a influenciadora.

Sem medo de envelhecer
Mãe de quatro filhos e avó de seis netos, a empresária diz que nunca teve medo de envelhecer. “Tem sido um processo tranquilo. Conquistei muitas coisas com a maturidade, tenho orgulho disso e não é porque passei dos 60 anos que a minha vida acabou. Na verdade, me reinventei com essa idade, especialmente depois de ter sobrevivido a três cânceres e me separado”, recorda.
Para ela, o Projeto 60 Anos coroa toda essa mudança pela qual passou: “Ele surgiu sem pretensões, mas, por causa dele, posso contar minha história, inspirar e ajudar outras pessoas a mudarem de vida e, principalmente, mostrar que a mulher mais velha é apenas mais velha, mas continua bonita e cheia de vida. Sei que ainda existe um mundo de possibilidades para a gente”.