Idosos são a única faixa etária com aumento de consumo no Brasil

Por Giovanna Fischer, é diretora de Marketing e Insights da Kantar empresa global de dados, insights e consultoria

Share on facebook
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Idosos são a única faixa etária com aumento de consumo no Brasil

Por Giovanna Fischer, é diretora de Marketing e Insights da Kantar empresa global de dados, insights e consultoria

Entre julho de 2017 e julho de 2019, um estudo da Kantar mostrou que o Brasil ganhou 1,2 milhão de novos lares com mais de 65 anos. Lares estes que têm uma renda média mensal domiciliar 9% maior do que o restante da população. Nesse cenário, os novos seniores são um mercado com grande potencial de crescimento no futuro próximo.
Apesar de todas as faixas etárias terem reduzido a frequência de compra de bens de consumo massivo (FMCG) nos últimos anos no País, atualmente, este grupo é o único que apresentou crescimento em unidades (+2,1%), volume comprado (+0,6%) e valor desembolsado (+5,3%) no período analisado.
Os lares maduros apresentam ainda índices positivos e gastam mais na compra de todas as categorias em comparação com a média geral da população, especialmente em higiene e beleza (+6,3%), bebidas (+7,3%) e commodities (+4,6%). Entre elas, destaque para o azeite, produto que mais ganhou lares acima dos 65 anos no intervalo de julho de 2017 e o mesmo mês do ano passado. O item conquistou 6,9 pontos de penetração, seguido por escova dental, leite fermentado, cereal matinal e inseticida.
Ao todo, entre as 9,4 milhões de famílias maduras brasileiras, 64% são formadas por uma ou duas pessoas, 86% não têm crianças de até 12 anos e 38% têm carro. Além disso, 90% têm telefone celular, 45% acessam internet e 11% trabalham fora. Este grupo não se enxerga mais como idoso, por isso busca produtos específicos e qualidade de vida.
Com uma frequência de visita aos pontos de venda 7% maior, as donas de casa da terceira idade elegem as lojas de proximidade e conveniência como prioridade, destacando-se farmácias e supermercados independentes. Ao lado deles, o atacarejo também vem conquistando espaço. Entre julho de 2018 e o mesmo mês de 2019, o canal ganhou 669 mil novos lares maduros como compradores.