Missão família forte

Programa desenvolvido na Europa busca fortalecer os vínculos familiares para afastar crianças e jovens dos comportamentos de risco

Share on facebook
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Missão família forte

Programa desenvolvido na Europa busca fortalecer os vínculos familiares para afastar crianças e jovens dos comportamentos de risco

Seis em cada dez crianças são educadas em um ambiente que não as ajuda emocionalmente. Parece mentira, mas essa é a realidade brasileira. Segundo a professora Lilia Freire Rodrigues de Souza Li – responsável pela área de Medicina do Adolescente do Departamento de Pediatria da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) –, atualmente a frequência dos quatro “estilos parentais” existentes se dá da seguinte forma: 13% são autoritários, 14% são indulgentes, 31% são negligentes e 39% são democráticos.
“Felizmente, os pais podem aprender e desenvolver novas habilidades. E é aí que entra o Programa Famílias Fortes, que visa a melhoria da comunicação entre pais e filhos e promover o desenvolvimento das habilidades parentais”, informa Lilia. Esse programa de sigla PFF criado pelo governo brasileiro é uma adaptação à realidade nacional do Strengthening Families Programme (SFP-UK), elaborado no Reino Unido pela Oxford Brookes University. O PFF, que está sendo reavaliado pelo Ministério da Saúde, se baseia no fato de que uma relação positiva entre os familiares cria condições favoráveis para o bom desenvolvimento dos jovens e tende a afastá-los de condutas de risco.
“Nós nos preparamos para sermos bons profissionais, no entanto, não fazemos o mesmo para sermos pais. Ninguém acha que precisa estudar para isso, apenas confiar nos instintos. Só que, infelizmente, nem sempre eles são suficientes, então aprender e aprimorar a capacidade de cuidar e desenvolver um estilo parental que seja mais positivo são atitudes fundamentais”, afirma.
O PFF, apesar de ter como objetivo principal a prevenção ao uso de álcool e outras drogas em crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, atua em todos os âmbitos familiares. Seu conteúdo é baseado na premissa de que os filhos se saem melhor em seu desenvolvimento social quando as famílias são capazes de estabelecer limites e regras de convivência e de expressar afeto e dar apoio adequado.
Na versão adaptada para a cultura brasileira, ele é composto por sete encontros que acontecem semanalmente. Os pais e os jovens se reúnem separadamente com um facilitador na primeira hora e passam a segunda hora juntos em atividades conjuntas, para trabalhar as habilidades de vida, como expressão de sentimentos, empatia, assertividade, resolução de problemas e tomada de decisão, e a comunicação.
Apesar de o programa estar sendo reavaliado pelo governo, o
Manual Programa Famílias Fortes, lançado pelo Ministério da Saúde, explica tudo o que é necessário para reproduzi-lo. Confira no QR Code.

O estilo autoritário é o que tem grandes exigências e pouca responsividade, perfil que normalmente provoca uma série de problemas emocionais nos filhos. O indulgente é o que dá atenção e amor, mas não impõe limites e nem responsabilidades, criando filhos que não toleram frustração e não sabem ouvir não. Pais negligentes ou ausentes são aqueles que não oferecem nem carinho e nem limites. Quase sempre é o que tem mais efeitos negativos sobre as crianças, que correm o risco de desenvolver transtornos mentais e ter problemas de comportamento. Por fim, o democrático é o que dá amor e, ao mesmo tempo, impõe regras, criando filhos mais competentes em todos os níveis.

Conceito do Programa Família Fortes
O PFF visa o bem-estar dos membros da família a partir do fortalecimento dos vínculos familiares e do desenvolvimento de habilidades sociais. Tal objetivo se baseia no fato de que uma relação positiva entre os familiares cria condições favoráveis para o bom desenvolvimento dos jovens e tende a afastá-los de condutas de risco.

Principais objetivos do Programa Família Fortes
* Ensinar pais e jovens a desenvolverem maneiras eficazes de comunicação relacionamento
* Mostrar aos pais a importância de apoiar seus filhos
* Ajudar os pais a disciplinar e orientar os filhos de forma eficaz
* Orientar os jovens sobre como compreender e valorizar seus pais
* Ensinar os jovens a lidar com o estresse e a pressão dos amigos

Principais resultados do Programa Família Fortes
* Redução da agressividade e de comportamentos de isolamento social
* Melhora da interação entre pais e filhos
* Melhora no rendimento escolar e maior interesse e envolvimento dos pais na rotina escolar dos filhos
* Redução do abuso de substâncias (cigarro, álcool e drogas)

Fonte: Manual Programa Famílias Fortes, do Ministério da Saúde

Fechar Menu