Sempre atualizados e dinâmicos

A artista Patida Mauad celebrou a chegada dos 60 anos lançando-se em uma nova profissão: a de influenciadora digital

Share on facebook
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Uma nova carreira para uma nova fase de vida

A artista Patida Mauad celebrou a chegada dos 60 anos lançando-se em uma nova profissão: a de influenciadora digital

Após quase 40 anos de carreira nas áreas de moda e cenografia, a artista Patida Mauad decidiu inaugurar a chegada dos 60 anos ingressando em uma nova profissão: influenciadora digital. Assim, resgatou um antigo blog, criado para interagir com as pessoas e falar de suas vivências e percepções de mundo, e o relançou como um espaço onde posta tudo o que gosta.
“Estou amando me ocupar com o que acredito, compartilhar conteúdos que inspiram, ajudam as pessoas a serem felizes, a se autoconhecerem e a trocar ideias e histórias”, comenta. “O blog é uma forma de falar como vejo o mundo, usar as minhas experiências profissionais e também de me divertir e distrair até eu ficar bem velhinha. Ele sou eu por inteira”, acrescenta.
Patida, que se confessa uma amante da vida, do ser humano, das diferenças, das curiosidades e do aprendizado, sempre gostou de viajar, e a nova carreira também se encaixou perfeitamente nisso. “Eu queria fazer algo que me possibilitasse estar em qualquer lugar do mundo”. O projeto, segundo ela, ainda lhe permitirá viver novas experiências longe de casa: “desejo viajar Brasil afora compartilhando, trocando vivências, escrevendo, ouvindo mulheres de classes diferentes e conhecendo novas culturas”.
Apesar de recente, o blog (www.patida.com) já tem rendido frutos e criou ramificações no Instagram (@pamauad), no Facebook (www.facebook.com/patida) e no YouTube (Patida Mauad). “O mercado está me redescobrindo. Tenho ido a muitos eventos da maturidade e sendo reconhecida pelo o que faço. Recentemente, fiz o meu primeiro trabalho profissional como influencer”, comemora.

Trajetória
Nascida na cidade de Ubá, em Minas Gerais, no dia 6 de junho de 1958, Patida, aos 7 anos, se mudou com a família para Juiz de Fora. Lá, fez faculdade de Artes e, quando finalizou, aos 21 anos, saiu para “bater asas”, seu sonho desde sempre. A cidade escolhida foi o Rio de Janeiro, onde iniciou uma confecção.
Dois anos depois, mudou-se para São Paulo, onde ficou por 24 anos. Seu primeiro emprego na metrópole foi como professora de Artes em uma escola particular. “Eu dava aula para 220 alunos, amava.” Ela também voltou a ter confecção e trabalhou em alguns veículos de comunicação, como Editora Abril e MTV Brasil, fazendo produção de moda, direção de arte, cenários, criando e escrevendo.
Aos 50 anos, decidiu voltar para Juiz de Fora. “Achei que era o momento de, devagarzinho, construir outras coisas e diminuir o movimento. Pura ilusão, não aguentei e voltei pra São Paulo há três anos. Meu coração é paulistano”, confessa. Atualmente, além de todo o trabalho com o blog, Patida presta consultoria como personal organizer, stylist e designer de festas.
Para ela, envelhecer é só um processo. “Encaro como uma fase importante da vida e que faz parte de tantas outras coisas geniais.” E se durante um tempo ela pensou em diminuir o ritmo, agora passa longe disso: “quero ser feliz, aprender mais a cada dia, continuar me doando, abrindo novos caminhos e realizar sonhos, pois tenho muitos. Quero fazer valer a arte de viver e viajar, viajar e viajar, levando o que tenho de melhor por aí e usufruindo da liberdade de ser quem sou”.

 

Fechar Menu