Notícias

Varejo – Primeira missão internacional do ano foi à NRF, em Nova Iorque – ABF News

na Categoria ABF News, Economia, Franchising, Varejo

Publicada no ABF News nº 61 (páginas 8 e 10)

Primeira missão internacional do ano foi à NRF, em Nova Iorque

Evento discutiu as tendências do varejo mundial. Curadores do Grupo ABF apresentaram resumo durante o Pós-NRF, no início do mês

A 109ª edição da NRF’s Big Show, tradicional evento do varejo mundial, que recebeu mais de 35 mil pessoas de 95 países, em Nova Iorque, contou com representantes do franchising brasileiro, capitaneados pela ABF, para analisar o varejo de hoje e do futuro. Essa foi a primeira missão internacional da entidade em 2018.

Os curadores do grupo foram o presidente da entidade, Altino Cristofoletti Junior, Jae Ho Lee, diretor de comunicação e marketing, Eduardo Terra, presidente da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), Alberto Serrentino, seu vice-presidente, Julio Takano, CEO da Kawahara Takano Retailing, Regiane Relva, CEO da Vip-Systems e Adir Ribeiro, fundador e presidente da Praxis Business.

Todo o conteúdo foi apresentado pelos curadores no Pós-NRF ABF, que aconteceu no início de fevereiro, no Auditório Santander, em São Paulo. “NRF não é só conteúdo, é muito networking. A viagem proporciona encontros e reuniões com executivos daqui e de outros países, além de novidades que podemos trazer para nossos negócios”, explica o presidente da ABF, Altino Cristofoletti Junior.

 

Tendências

Essa edição do evento tratou de temas como pagamento, que vem migrando cada vez mais para a criptomoeda e carteiras digitais. De acordo com informações apresentadas por Terra, o pagamento móvel será realidade irreversível nos próximos cinco anos.

A integração do físico com o digital continua como uma pauta importante, principalmente com os recentes movimentos da Amazon, que está entre as maiores varejistas do mundo. De acordo com Regiane, o omnichannel foi substituído por unified commerce e o desafio do varejo é a personalização.

Serrentino comentou que é importante investir na robustez da retaguarda do negócio, mas que o que toca o cliente precisa ser simples.

Visitas técnicas

Um dos diferenciais da delegação da ABF à NRF são as visitas técnicas exclusivas. A atividade permite conhecer operações norte-americanas in loco e estabelecer networking com as maiores marcas mundiais. O CEO da Kawahara Takano Soluções para o Varejo, Julio Takano, guiou o grupo.

A primeira parada do trajeto foi a sucursal do Facebook em Nova Iorque. Os executivos brasileiros tiveram acesso a dados e informações sobre a maior rede social do mundo. Atualmente são mais de dois bilhões de usuários e cerca de 23 mil colaboradores ao redor do globo.

O segundo destino foi o centro gastronômico Le District, que é apontado como a versão francesa do Eataly, que já tem unidade em São Paulo. O espaço contempla três restaurantes, diferentes ambientações e estilos gastronômicos, patisserie, rotisserie, boulangerie, café e empório.

A ABF também passou pela flagship da Sonos, que é considerada a reinventora do sistema de sonorização residencial; pela Samsung 837, loja de tecnologia e inovação que reúne teatro, estúdio multimídia, entre outros espaços; e pela Devialet, loja conceito da empresa francesa de tecnologia de áudio.

ABF realiza imersão no Harvard Club

A delegação brasileira participou do Seminário Internacional de Varejo, no Harvard Club, com a presença de especialistas e grandes nomes internacionais, como Seth Godin, autor de best sellers e guru de marketing; John Thompson, presidente do conselho da Microsoft; Todd Pollak, head de varejo do Google nos Estados Unidos e Ravi Bagal, head global de varejo da Amazon Web Services.

 

3 principais tendências discutidas nessa edição

  1. Já apresentado há alguns anos na NRF, o Bopis (Buy on-line and pick up in store – algo como comprar on-line e retirar na loja) tem crescido ainda mais, fazendo com que as lojas físicas remodelem seus espaços e consigam atrair um fluxo ainda maior de potenciais consumidores. Isso é apontado como uma grande tendência, que deve levar a novos investimentos dos varejistas.
  1. A criptomoeda e a carteira digital começarão a aparecer cada vez mais na rotina do consumidor. De acordo com dados apresentados, 6% de todo o comércio eletrônico no mundo já é feito por dispositivos móveis.
  1. O Grupo Alibaba aposta que metade das vendas globais do e-commerce acontecerão na China em 2019. O comércio asiático, inclusive, tem tido grande destaque no panorama mundial, principalmente pelo crossboarder (venda para outros países, onde não tem atuação física).

 

Publicada no ABF News nº 61 (páginas 8 e 10)

Recommended Posts

Deixe um comentário