Notícias

Franchising cresceu 9,4% no 1º TRI de 2017

na Categoria ABF News, Economia, Franchising, Pesquisa

Mercado dá sinais de recuperação na economia e franchising segue crescendo. Canal de distribuição se destaca dentro das marcas e corresponde a mais de 70% das vendas

 

18/05/2017 – No início de maio, a ABF divulgou sua pesquisa Desempenho do Franchising, relativa ao primeiro trimestre do ano. Os dados foram coletados por meio de questionário online, até o fim de abril. Todo o universo de empresas que atuam no setor, associadas e não associadas, foram convidadas a participar.

De acordo com as informações apuradas, o faturamento cresceu 9,4% nos três primeiros meses do ano, se comparado ao mesmo período de 2016. Em valores reais, o total foi de R$ 36.890. O segmento com a maior variação foi Hotelaria e Turismo, com 31%, seguido por Saúde, Beleza e Bem-Estar, com 17%.

No acumulado dos últimos doze meses, o faturamento do setor evoluiu 8,8% e alcançou R$ 154.426 bilhões. Sob este olhar, Hotelaria e Turismo e Saúde, Beleza e Bem-Estar também se destacam, com 16% de variação, cada.

 

Confira o desempenho por segmento:

Segmento 1 TRI 2016 1 TRI 2017 % variação unidades % variação faturamento
Alimentação 9.415 9.935 2% 6%
Casa e Construção 1.839 1.934 4% 5%
Comunicação, Informática e Eletrônicos 1.176 1.208 -6% 3%
Entretenimento e Lazer 548 534 5% -2%
Hotelaria e Turismo 1.977 2.586 2% 31%
Limpeza e Conservação 249 288 -3% 16%
Moda 4.093 4.340 2% 6%
Saúde, Beleza e Bem-Estar 5.930 6.914 5% 17%
Serviços automotivos 1.218 1.318 6% 8%
Serviços e outros negócios 4.765 5.213 -4% 9%
Serviços educacionais 2.501 2.619 -2% 5%
Total 33.710 36.890 0,8% 9,4%

Em R$ MM – IPCA 12 meses: 4,57%

 

Franquias se destacam em vendas

As lojas franqueadas são o canal com maior volume de vendas das marcas que participaram da pesquisa, representando 71,1% do total. As lojas próprias corresponderam a 24%, enquanto e-commerce aparece com 1,7%.

 

Unidades

As redes abriram 2,3% mais franquias e encerraram 1% das operações. Serviços Automotivos se destacou, com 6% de variação positiva, se comparado com o mesmo período do ano passado. O total de empregos diretos no setor, no entanto, sofreu uma queda de 0,22%, acompanhando o movimento do País.

A maior parte das unidades (65,9%) são lojas de rua, seguido por shopping centers, com 23% na participação. Home Office chega a 5,3% das operações. Pontos alternativos como aeroportos, condomínios residenciais e comerciais, metrô e clubes somam 8,5%.

Lojas ainda dominam o setor, com 90%. Formatos alternativos, como home based, unidades sem espaço físico, delivery e venda direta representam 8%.

 

Multifranqueados ganham espaço: Subiu para 74,5% o número de redes que trabalham com multifranqueados. No mesmo período do ano passado, o índice era de 68,5%. Dentro destas marcas, mais de um terço das unidades (37%) são administradas por franqueados multi-loja. As redes que não aceitam o perfil correspondem a 0,3%, uma queda significativa em relação ao mesmo período do ano passado.

Entre janeiro e março deste ano subiu também o número de franqueados multimarcas – os que operam mais de uma bandeira de franquia. Passou de 38% das marcas, no mesmo período em 2016, para 43%. No entanto, dentre essas, apenas 6% do total de franqueados possuem unidades de mais de 2 marcas.

 

Matéria publicada no ABF News nº 53 (página 16)

Recommended Posts

Deixe um comentário